Filtros para irrigação
Edição Nº 91 - Março/Abril de 2018 - Ano XVI
Esta notícia já foi visualizada 4406 vezes.


Filtros para irrigação



por Carla Legner

Irrigação é o ato de irrigar, regar ou molhar de forma precisa um local ou um item específico. Hoje, existem processos de irrigação na agricultura, no paisagismo, em áreas verdes como campos de futebol, entre outras aplicações. Durante muito tempo, foi preciso descobrir formas de manejar a água e fazer com que a plantação drenasse lentamente, evitando que o excesso de água também prejudicasse o crescimento das plantas, além de garantir a água estocada por um tempo mais longo.
O processo de irrigação reúne técnicas que realizam esse manejo, proporcionam um melhor aproveitamento e evitam a dependência extrema das situações climáticas. Atualmente, a maioria das produções possui um sistema de irrigação próprio, utilizado para a irrigação de pastagens e canteiros, reutilizando águas das chuvas ou extraindo de lençóis freáticos de fácil acesso.
Dotan Paz, responsável pela área de irrigação na América Latina da Amiad, explica que qualquer sistema de irrigação moderno e avançado deve ter um processo de filtração para proteger o sistema, onde são utilizados diversos tipos de filtros. O objetivo principal desse item é garantir que o sistema de irrigação não fique bloqueado e danificado.
O processo de filtragem é a separação de partículas solidas em suspensão na água, com o intuito de garantir a qualidade da água para irrigação. Ele começa quando a água bruta entra por meio da entrada do filtro e flui para as telas grossas, onde é pré-filtrada e as partículas de sujeira grandes são bloqueadas ou removidas. 
A água passa então pela tela fina e as partículas de sujeira são presas na superfície interna. Uma vez que o diferencial de pressão atinge um nível pré-definido o sistema ativa o seu ciclo de auto-limpeza abrindo a válvula de descarga. 
Uma forte força de sucção nos bicos do scanner efetivamente remove as partículas de sujeira da tela. Uma vez que o bolo do filtro é removido, o diferencial de pressão volta ao normal. O filtro retoma seu modo de filtragem padrão e está pronto para o próximo ciclo de descarga. Ao longo do ciclo de limpeza, a água continua a fluir através da saída do filtro.
“Sistemas de irrigação em todas as formas requerem filtragem. Desde o ponto de captação, seja num lago, rio ou reservatório, até o ponto de saída, em aspersores, canhões o ...


AVISO

Para acessar esta matéria na íntegra é necessário estar logado.Clique aqui para realizar o seu cadastro!
Já tem login? clique aqui

Publicidade