Publicidade
MEIO FILTRANTE - Honda Energy encerra 2017 com crescimento na geração de energia limpa para as operações da marca

Esta notícia já foi visualizada 276 vezes.

Honda Energy encerra 2017 com crescimento na geração de energia limpa para as operações da marca

Data:12/1/2018

Desde o início das atividades do parque, mais de 400 mil carros já foram produzidos com energia limpa, evitando a emissão de 19 mil ton de CO2
 
A Honda Energy encerrou 2017 com aumento de 5% no volume de geração de energia elétrica, comparado ao ano anterior. O parque eólico entregou 79.194 MWh de energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional, responsável por coordenar e controlar todo o sistema de produção e transmissão de energia elétrica no Brasil.
 
No resultado acumulado desde janeiro de 2015, a geração de energia eólica chega a 221 mil MWh, volume que já viabilizou a produção sustentável de 403 mil carros.
 
Além de suprir a demanda de energia elétrica da unidade de Sumaré, no interior de São Paulo, onde estão localizados a fábrica de automóveis, o Centro de Pesquisa & Desenvolvimento de Automóveis e o escritório sede da marca, a estrutura atende ainda o escritório administrativo da empresa em São Paulo (SP) e o centro logístico da LSL Transportes, empresa coligada, localizada em Paulínia (SP), responsável pelas operações de movimentação de materiais e abastecimento das linhas de montagem.
 
Alinhado aos esforços da Honda pela concretização de uma sociedade livre do carbono, as atividades do parque evitaram a emissão de 19 mil ton de CO2 ao meio ambiente, minimizando o impacto ambiental dos processos produtivos da marca.

Outro indicador positivo foi o fator de capacidade, que corresponde à proporção entre a geração efetiva do parque e seu potencial máximo de geração no ano. Em 2017, esse índice, altamente dependente do comportamento do vento, alcançou 33%, dois pontos percentuais acima do número de 2016, mostrando melhor aproveitamento dos ventos no período.
 
O parque eólico Honda Energy conta com nove aerogeradores, resultando em uma capacidade total de 27,7MW. Em uso pleno, o empreendimento alcança a geração de 85.000 MW/ano. Os equipamentos da Honda Energy estão entre os maiores do Brasil. As nove torres, com capacidade individual de 3MW, têm 94 metros de altura e o ponto mais alto do conjunto alcança 150 metros. As 27 pás, por sua vez, possuem 55 metros e 15 toneladas cada.
 
Sobre a Honda no Brasil: Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 23 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, hoje a maior administradora de consórcios do mercado nacional, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados. Em 1997, a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP), de onde já saíram mais de 1,7 milhão de veículos. Durante esses anos a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por aproximadamente 1.300 endereços. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. E a segunda planta de automóveis da marca foi construída na cidade de Itirapina (SP) porque muito mais está por vir. Saiba mais em www.honda.com.br e www.facebook.com/HondaBR


Fonte: Assessoria de imprensa

Comentários desta notícia

Publicidade