Publicidade
MEIO FILTRANTE - Venda de veículos elétricos cresceu 202% em 2017

Esta notícia já foi visualizada 637 vezes.

Venda de veículos elétricos cresceu 202% em 2017

Data:4/5/2018

Da Redação 

Dados são da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), que aposta na maior participação dos carros desse tipo no país

Apesar de os emplacamentos de veículos elétricos e híbridos terem triplicado no Brasil em 2017, eles ainda são uma parcela reduzida da frota nacional circulante que chega a 43,4 milhões de veículos, incluindo automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, mas não as motos. Somente no ano passado foram emplacados 3.296, segundo a Anfavea, entidade que reúne todos os fabricantes.

Para a ABVE, existe um cenário que favorece os híbridos e elétricos. “A agenda da mobilidade elétrica em nosso país começa a dominar a atenção dos prefeitos das grandes cidades, dos líderes da indústria, dos urbanistas e do Governo Federal. E o mais importante: o veículo elétrico já despertou o interesse do comprador comum”, resume o presidente da associação, Ricardo Guggisberg.

Ele destaca que as vendas de veículos elétricos cresceram 202% em 2017, um “desempenho notável para um ano ainda difícil, em que as vendas internas totais de veículos novos aumentaram apenas 9,2%”, comparou. O corte do Imposto sobre Produtos Industrializados é um provável incentivador. Lembrando que a alíquota de IPI aplicada para veículos totalmente elétricos é de 25%, caindo para 13% no caso de híbridos e de apenas 7% para carros flex.

China tem a maior frota mundial de veículos elétricos e híbridos

Para a ABVE, além de corrigir as distorções tributárias que encarecem o veículo elétrico no Brasil, também é preciso investir em infraestrutura de recarga, como a expansão da rede de eletropostos nas cidades e rodovias, tanto nas vias públicas quanto nas garagens dos prédios residenciais. Em março último, a entidade apresentou um projeto à Prefeitura de São Paulo para criar uma rede de eletropostos financiada pela iniciativa privada.

Mundialmente, a China é o maior mercado da mobilidade elétrica com uma frota total de 648 mil veículos elétricos e híbridos. Os chineses têm 300 mil ônibus elétricos e nada menos do que 200 milhões de motos elétricas, segundo o EV Outlook 2017, do Instituto Internacional de Energia (IEA). A vice-liderança é ocupada pelos Estados Unidos, com 563 mil.

Já a Noruega aparece como benchmarking. No início do ano, o país europeu anunciou que 52% dos veículos novos vendidos em 2017 foram elétricos ou híbridos. A marca histórica é o resultado de quase 30 anos seguidos de sólidas políticas de apoio aos combustíveis renováveis.



Fonte: www.infraroi.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade