Publicidade
MEIO FILTRANTE - Meirelles apresenta na Fiesp a política energética do Estado de São Paulo

Esta notícia já foi visualizada 508 vezes.

Meirelles apresenta na Fiesp a política energética do Estado de São Paulo

Data:7/5/2018

Em reunião do Deinfra, secretário discute gás natural e energia solar


O secretário de Energia e Mineração, João Carlos Meirelles, apresentou nesta segunda-feira, 7 de maio, na reunião de Diretoria da Divisão de Energia do Departamento de Infraestrutura – Deinfra da Fiesp, os principais projetos da pasta no setor energético.

Meirelles destacou as ações do governo estadual nos setores de gás natural e de renováveis e ressaltou a importância de ter a indústria próxima a esta discussão. “Temos que construir uma plataforma de entendimentos entre os setores público e privado para encontrar soluções para os gargalos energéticos do futuro”, destacou Meirelles.

Segundo os participantes do Deinfra, o setor de energia se encontra em um período de mudanças, ao redor de todo o globo, e o surgimento e desenvolvimento de novas tecnologias, assim como as pressões para uma economia de baixo carbono, têm impactado as políticas e regulação do setor energético. Esse ciclo de mudanças tem chegado ao Brasil com o aprimoramento do Marco Regulatório do Setor Elétrico e a iniciativa Gás para Crescer.

“Temos que tirar a indústria do mercado cativo e colocá-la no mercado livre como é em Portugal, Colômbia e Peru”, destacou o diretor-titular do Deinfra, Carlos Cavalcanti.

Em 2017 São Paulo produziu 60,4 mil GWh, o equivalente a 40% da energia que consome e ainda importou outros 60%. Essa produção, que equivale a 10% da produção brasileira, está sendo ampliada com a introdução de energia com origem em fontes renováveis, dando maior segurança energética ao Estado. “Precisamos agora ampliar a energia na base para estabilizar essas fontes intermitentes e essa energia é o gás natural”, explica Meirelles.

A reunião foi presidida pelo diretor-adjunto da Divisão de Energia, Nelson Gomes e contou com a participação da Diretoria de Energia, que é composta por presidentes e diretores de grandes empresas e associações, acadêmicos e consultores especialistas.

Durante a reunião, Meirelles propôs a criação de grupos de trabalho formado pela Secretaria e pela Fiesp nos setores elétrico e de gás natural para debater os projetos do governo nessas áreas e verificar as necessidades do empresariado paulista.

Participaram também do encontro o secretário-adjunto de Energia e Mineração, Ricardo Toledo Silva, chefe de gabinete da pasta, Marco Antônio Castello Branco, e os subsecretários de Energias Renováveis, Antônio Celso de Abreu Júnior, e de Energia Elétrica, Henrique Ferraz.


Fonte: Secretaria de Energia e Mineração - www.energia.sp.gov.br

Comentários desta notícia

Publicidade