Publicidade
MEIO FILTRANTE - Tecnologia para testes de octanagem e Cetano eleva qualidade no segmento de petróleo

Esta notícia já foi visualizada 484 vezes.

Tecnologia para testes de octanagem e Cetano eleva qualidade no segmento de petróleo

Data:9/8/2018

A preocupação com a qualidade dos combustíveis é cada dia mais latente no segmento de petróleo. Para elevar os padrões do setor e atender a expectativa por eficiência, as empresas do ramo têm a sua disposição testes que utilizam tecnologia de ponta para determinar propriedades fundamentais dos combustíveis.

Um deles é o teste do número de Cetano em diesel. A qualidade de ignição desses compostos, como se sabe, pode ser classificada pelo seu número de Cetano (NC), obtido através de ensaio em motor monocilíndrico. O processo consiste de comparação entre o atraso de ignição do diesel testado em relação a um combustível com número de cetano determinado.

Credenciada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a Intertek é a única empresa de inspeção no Brasil que possui a tecnologia para análise de número de Cetano em motores para Diesel, pela norma ASTM D613. Assim, a organização realiza a inspeção de combustíveis em refinarias, instalações de armazenamento e tubulações para classificações de Cetano e outras propriedades.


Outro teste fundamental para o segmento é o de octanagem, este voltado para a gasolina. A determinação de octanagem verifica o índice de octanos do combustível, indicando sua capacidade de resistir à compressão sem entrar em autoignição. Um índice alto de octanagem favorece a performance e a manutenção do motor, o que também culmina na economia de combustível e na redução do impacto ambiental.

A determinação de octanagem pode ser feita através de dois métodos distintos: o método motor (ou MON, Motor Octane Number) e o método pesquisa (ou RON, Research Octane Number). Seguindo as normas internacionais ASTM D2699 e ASTM D2700, a Intertek também possui os equipamentos necessários para o desenvolvimento de ambos os métodos, sendo a única inspetora que oferece a análise completa tanto da gasolina quanto do óleo diesel.

A qualidade dos combustíveis é definida pelas premissas das Normas Brasileiras (NBR), da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e da American Society for Testing and Materials (ASTM). E a ANP determina os valores-limites do conjunto de características físicas e químicas dos produtos derivados de petróleo, a fim de assegurar o desempenho adequado dos combustíveis. 

Além da certificação compulsória para esses produtos, a Intertek também oferece uma série de serviços de inspeção independente e controle de qualidade e quantidade, fundamentais para fortalecer a credibilidade e confiabilidade das empresas do setor, maximizando a possibilidade de oportunidades no desenvolvimento de novos negócios.

* Sérgio Caetano é Gerente para Cargo e Analytical Assessment da Intertek, em Santos, unidade que concentra os testes para octanagem e Cetano no Brasil. (falecom@intertek.com)


Fonte: www.maxpress.com.br

Comentários desta notícia

Publicidade